Cart

Your Cart is currently empty.

Fill Cart with Goods

Microsoft anuncia compra do GitHub por US$ 7,5 bilhões

Recentemente (04 de Julho de 2018), a Microsoft anunciou que adquiriu a plataforma de hospedagem de código o GitHub por US $ 7,5 bilhões. O acordo de aquisição foi alcançado. De acordo com o processo, a aquisição está prevista para ser concluída até o final deste ano. A Microsoft espera que essa aquisição aumente seu lucro operacional para o ano fiscal de 2020 com base em ajustes.

No artigo, a Microsoft afirmou que os desenvolvedores são os criadores desta nova era. Eles escrevem código para o mundo, e o GitHub é sua “casa”, onde cada desenvolvedor pode trabalhar em conjunto para criar, colaborar, compartilhar código e contribuir um com o outro.

Mais de 28 milhões de desenvolvedores colaboraram no GitHub e já hospedaram mais de 85 milhões de bases de código. A Microsoft é uma empresa centrada no desenvolvimento. Construir tecnologia e compartilhá-la com os outros é sua missão e valores fundamentais. O GitHub é uma base para desenvolvedores aprenderem, compartilharem e crescerem. É também o “destino” da Microsoft.

Após a aquisição, o GitHub continuará a ser uma plataforma aberta e manterá seu estilo de primeiro desenvolvedor e operará de forma independente.

Nat Friedman, vice-presidente da Microsoft e fundador da Xamarin, atuará como CEO. O atual CEO da GitHub, Chris Wanstrath, servirá como um membro técnico da Microsoft.

Ainda assim, os desenvolvedores já estão reagindo. O concorrente GitLab tem uma ferramenta de importação para repositórios do GitHub, e diz que ela está sendo usada 10x a mais que o normal. “Estamos aumentando nossa capacidade para tentar permanecer no ar.”

O GitLab está promovendo a hashtag #movingtogitlab e oferecendo aos novos usuários um desconto de 75% nos pacotes Gold e Ultimate. Entre os concorrentes, há também o BitBucket, da Atlassian.

O GitHub é a maior plataforma de hospedagem de código-fonte no mundo, com 27 milhões de desenvolvedores de software. Ele foi avaliado em US$ 2 bilhões numa rodada de investimento em 2015.

Uma fonte diz à Bloomberg que o GitHub preferiu vender a empresa para a Microsoft, em vez de abrir capital na bolsa de valores, porque ficou impressionado com Nadella.

O CEO vem reduzindo sua dependência do Windows, apostando em projetos de código-fonte aberto e até no Linux, e precisa de novas formas para se conectar com os desenvolvedores.

Comments